Buenos Aires

Hola! Que tal?

Olá pessoal. Hoje quem posta sou eu, Jordana (irmã da Adriana).

Para quem acompanha o blog, já deve saber que eu tive uma pequena participação na viagem da Adriana e o Alisson. Enquanto aguardávamos o cunhado chegar do Uruguai, eu e a Adriana tivemos 3 longos dias para desfrutar da linda Buenos Aires!

Enquanto o casal não chega a seu destino do dia, vou comentar um pouco sobre os lugares que visitamos, e os momentos que vivemos nesses 3 dias. Parecia tão pouco tempo, mas foi mais do que o suficiente e proveitoso.


17/12 - Sexta-feira (Centro e Puerto Madero)

Como já sabem, chegamos em Buenos Aires na quinta-feira de noite. Então na sexta-feira saimos bem cedo para passear pelo centro da cidade dos Hermanos.O Centro (assim como toda Buenos Aires) é repleto de prédios e construções antigas. Todas muito bonitas e bem conservadas, por sinal. Por lá, visitamos todos os lugares turísticos famosos, começando pela Casa Rosada (Plaza de mayo).



Depois seguimos para o Obelisco (encontro da Av. 9 de Julio com a Avenida Corrientes).



Caminhado um pouco mais, seguimos para o Teatro Colón. No trajeto, pudemos ver algumas praças em meio aos prédios antigos (Plaza San Martín).

Já no fim da manhã, fomos para Calle florida, que é um lugar muito freqüentado pelos turistas que querem fazer compras. Muitas lojas e marcas famosas. Porém lá nada é muito barato. Acabamos almoçando por lá mesmo, onde comemos pollo con mostarda e de sobremesa, gellato de Dulce de leche.

De lá, pegamos o metro para a Av. Corrientes, que também é uma rua visada para turistas. Ideal para quem quer fazer compras baratas e encontrar variedades de calçados.

Depois das compras, fomos a Puerto madero. Fizemos um passeio de fim de tarde pelos decks. Um lugar muito bonito. As pessoas caminham, andam de roller pelas longas calçadas às margens do rio. Um verdadeiro charme estilo europeu.



Para terminar o dia de muita caminhada, seguimos para o Café tortoni, que é o café mais antigo de Buenos Aires.


Resumindo, passeamos muito, caminhamos muito, muito mesmo. E o dia estava muitíssimo quente, porém bonito. Para finalizar, a Adriana conseguiu ficar sem sandália na rua. Sorte dela, que estávamos a duas quadras do hotel. Foi tudo muito bom, e conseguimos aproveitar muito bem o dia.

Curiosidades
  • Nos deslocamentos somente por Subte (metrô), que custavam nada mais nada menos que $1,10 pesos (0,55 centavos de real). Uma miséria! Além de que os metrôs eram bem antigos e super estilosos.
  • As ruas do centro são muito arborizadas e largas. Quase que não dá tempo de atravessar no sinal para os pedestres.
  • Não há loiras (rubias) em Buenos Aires. NÃO HÁ MESMO. Então, nem preciso dizer que chamamos um tanto quanto a atenção das pessoas. Sem falar de que todo mundo achava que éramos americanas ou européias, e tentavam falar inglês com a gente.






18/12 - Sábado (Palermo e Madero Tango)

Mesmo muito cansadas, acordamos animadas por mais um dia em Buenos Aires. Agora o destino era Pallermo. Eu estava anciosisiiiima para conhecer o maior bairro da cidade, pois já havia pesquisado muito a respeito na internet sobre os parques e as feirinhas bacanas. Palermo é um bairro com muitos bosques, sendo a mais extensa e bela área verde da cidade.

Partimos logo cedo, mas não antes de comermos nossas medialunas y tostadas (típico café da manhã argentino).

De metrô, seguimos para La Plaza Italia. De lá, caminhamos pela Av. Sarmiento, que é uma rua enorme cheia de árvores e plantas. Nesta rua fica o monumento de los españoles e o planetário.



Seguimos por um bosque gigante que nos levou até o Jardim Japones, e logo após, fomos ao parque e lagos de palermo. O parque estava cheio de pessoas que estavam passeando, fazendo exercícios, piquiniques, e etc.



Um pouco mais adiante, pudemos visitar o Rosedal de Palermo. É um belo jardim com várias espécies de rosas. Creio eu, ter sido uma das coisas mais bonitas que já vimos. Lindissimo!



Voltando para a Plaza Itália, resolvemos entrar no zoológico. A Adriana ficou louuuuuca quando passamos do lado, e pela cerca vimos os flamingos. Tivemos que entrar, mesmo não estando nos planos. No fim, acabou sendo muito divertido. Voltamos à infância e vimos vários bichinhos.

A adriana pode ver seus tão sonhados flamingos, e eu, os pinguins. Tem um bicho que até agora só Deus sabe o que é aquilo. Apelidamos de Cabeça de Canguru + Cara de Coelho + Corpo de Capivara. Alguém sabe o que é isso?


Do zoo, seguimos para a Plaza Julio Cortazar, que aos finais de semana vira uma feira de artesanato e brechó de coisinhas estilosas. As pessoas são muitos estilosas em Buenos aires. Me identifiquei muito com isso, claro. Além dos cabelos malucos, meio parecendo cortados em casa, eles são muito alternativos, muito cult.


  • Algumas quadras mais a frente, fomos parar nos famosos Outlets de Palermo. E mais uma vez, temos uma Avenida inteira de lojinhas com vestimentas e artigos diversificados.
  • Já bem cansadas, mas muito felizes com as belezas do bairro, tomamos um cafézinho no caminho, e retornamos ao Hotel onde encontramos o Cunhado Alisson e a Mônica.
  • De lá seguimos para o Madero Tango (em Puerto Madero). Jantamos pratos deliciosos e assistimos a um excelente show de tango, com vista notura do porto.
  • E por fim, retornamos ao hotel, com a Adriana alegre com duas taças de vinho. Era felicidade de encontrar o lindo dela.







Curiosidades:
  • Vimos pontos na cidade com venda de água-quente para chimarrão (tipo máquina de coca-cola).
  • As comidas não são muito baratas. Não vimos nenhum tipo de buffet, somente menu a la carte. Quando se pede um café, ou um lanche, eles sempre trazem de graça uma jarrinha de água ou um copo de suco, e uns biscoitinhos. Muito legal.
  • Nos parques, há passeadores de cães que levam muitos cachorros de uma vez só na guia. Uns 15 juntos. Juro por Deus. E a cidade é cheia de gatos também.
  • No banheiro, as patentes eram muito muito baixas. A pessoa senta quase de cócoras.
  • No verão, amanhece bem cedo e anoitece bem mais tarde.


Exibir mapa ampliado

1 comentários

  1. Jô, adoramos as suas postagens, realmente foi mto divertido tudo que passamos em Buenos Aires, bjos Adri

    ResponderExcluir