Cascavel/PR - Bonito/MS

Hoje começamos o dia de trecho um pouco tarde após um delicioso café da Tia Angela, eram quase 8h quando partimos. Foi um dia de viagem com vários acontecimentos... alguns curiosos. No Paraná, a paisagem foi basicamente plantações de soja, soja e mais soja em ambos os lados da rodovia.


Chegando a Guaíra, última cidade do estado do Paraná, nos deparamos com uma fila de aproximadamente 22km, quando achamos que havíamos encontrado o causador da fila (acidente) na verdade o que presenciávamos era uma consequencia dela. A fila estendeu-se até o estado do Mato Grosso do Sul na entrada para Salto Guaíra, cidade paraguaia famosa pelas compras (descobrimos isso hoje).


Quando passamos para o Mato Grosso do Sul a paisagem mudou, agora as plantações eram de milho, melancia e soja, muita soja!! hehehe. Passamos por várias entradas de fazendas, grandes propriedades de terra que se contrastavam com três assentamentos, dois liderados pela CUT e um pelo MST.

Estávamos muito preocupados com o horário, pois queríamos chegar a tempo de fazer o voucher dos passeios em Bonito, mesmo assim, ajudamos uma senhora cujo pneu de seu carro furou na estrada. Feita a troca, que serviu como uma parada para esticar as pernas e alongar a coluna, seguimos viagem.


Hoje não tivemos aqueles "aromas de esterco" no caminho (no primeiro dia foi horrível), mas percebemos alguns outros cheiros: de cerveja e de biscoitos, ao passar por indústrias as margens da rodovia.

O vento foi nosso parceiro durante praticamente todo o dia, ele e algumas nuvens mantiveram a temperatura amena (em torno de 33 graus indicado num termômetro em Dourados/MS). A terra vermelha e em alguns lugares roxa foi marcante, pois as cidades, os carros e as estradas estavam literalmente pintadas daquelas cores.

Chegando em Bonito fomos graciosamente recebidos por um tucano que sobrevoou a rodovia no momento que passávamos, demonstrando que Bonito/MS é de fato a capital do turismo ecológico. A cidade de Bonito é pequena, mas bem servida em termos turísticos, gastronômicos e para quem gosta de compras. Após nos instalarmos na pousada, fomos na Praça das Pirapotangas comer pastel com carne de Pintado e de Jacaré, acompanhados de sorvete de Guavira, Cupuaçú, Tamarindo e Amora... será que estamos bem??



0 comentários